8 de jul de 2008

Arun

No último fim de semana, participei de um workshop com um grande mestre indiano, Arun, discipulo direto de BKS Iyengar. As experiencias, as sensações e os aprendizados foram muitos. Posso escrever varios textos aqui sobre isso. Para começar, fazer aula com um indiano é algo bem diferente. Foram dois dias de prática profunda, mas ao mesmo tempo leve. A impressão que tive foi que a disciplina, a compreensão do yoga como filosofia de vida e principalmente a devoção nos indianos é algo que já faz parte de forma mais natural, mas simples. Nós precisamos buscar isso, com perceverança, pois é algo que está distante da gente. E com isso muitas vezes adquirimos uma rigidez na nossa prática que nesse fim de semana se mostrou desnecessária. Praticar com constancia, com disciplina, é estremamente importante. Isso Patanjali já dizia há milhares de anos. Mas muitas vezes confundimos discipina com rigidez, e isso pode inclusive nos prejudicar, fisica e psicologicamente. Arun pratica com o coração, e isso ficou claro durante o workshop, enquanto explicava cada asana com detalhes, mas deixando claro que cada corpo tem necessidades diferentes, quando contava as muitas historias que tivemos o prazer de ouvir e quando nos explicava o porque de cada coisa.

Logo no inicio do sábado, começamos como habitualmente, cantando o om. E logo ouvimos: vcs cantam muito alto! Estão cantando pra fora e deveriam cantar para dentro, para o coração. Cantamos novamente , então de forma mais suave, com o foco no coração, e que diferença! A energia era outra, o prazer era outro. Esse é só um exemplo pequeno de tudo que vivemos durante todo o fim de semana. Foi extremamente enriquecedor. Recomendo para todos, se ele ou qualquer outro como ele voltar nos próximos anos.

Namaste!

2 comentários:

Fernanda R. Lima disse...

Oi Mariana... adorei seu blog e especialmente sua visão do Yoga...
compartilho a paixão por essa cultura maravilhosa... namastê!
Fernanda

Mariana Akamine disse...

Oi, Fernanda!

Que bom que você gostou! continue acessando, e sugestões são sempre bem vindas, tá bom?

Namastê!