31 de jan de 2010

Para inspirar-se...

O guardador de rebanhos

IX


Sou um guardador de rebanhos.
O rebanho é os meus pensamentos
E os meus pensamentos são todos sensações.
Penso com os olhos e com os ouvidos
E com as mãos e os pés
E com o nariz e a boca.
Pensar uma flor é vê-la e cheirá-la
E comer um fruto é saber-lhe o sentido.
Por isso quando num dia de calor
Me sinto triste de gozá-lo tanto,
E me deito ao comprido na erva,
E fecho os olhos quentes,
Sinto todo o meu corpo deitado na realidade,
Sei a verdade e sou feliz.

Alberto Caeiro

29 de jan de 2010

Mais um pouco da India pra gente!

Dessa vez quem vai é a minha amiga Luciana Gomes. Ela embarcou ontem, vai ficar um pouquinho na França e depois vai passar um tempo na India. E teve a ótima ideia de criar um blog pra compartilhar com a gente a sua viagem!!

Desfrutem:

www.yogaecompanhia.blogspot.com

Namaste!

21 de jan de 2010

União

Ontem conversando com uma aluna falamos sobre como o ser humano vê e faz tudo de forma fragmentada. Há a hora de trabalhar, a hora de se divertir, e (vejam só!) a hora de cuidar de sí. "Passo o dia trabalhando, mas, uma hora por dia vou para a academia e cuido de mim". Será que isso não deveria soar estranho para os nossos ouvidos? A mim soa. Mas sei que é um pensamento bem comum. Então, pergunto a essa pessoa: Será que você é mesmo tão pouco importante, a ponto de só merecer uma hora do seu dia?

E por que tem que ser tudo separado? Por que não pode trabalhar se divertindo? Por que não pode cuidar de si enquanto trabalha, ou enquanto se diverte? Não se trata tanto de mudar os seus hábitos, mas de mudar a maneira de ver as coisas. É possível se divertir sim no trabalho, porque há muitas, infinitas maneiras de alguém se divertir. Um pequeno momento na sua rotina, visto com outros olhos, pode fazer você abrir um grande sorriso no meio de tante gente séria, e o sorriso contagia, tornando todo o ambiente mais prazeiroso.

Cuidar de sí não pode ser só num momento especifico. Porque o nosso corpo não funciona assim. nosso corpo, nossa mente e nossa alma não funcionam somente 1 hora por dia. Então como fazer? Largar tudo e passar o dia na aula de yoga? Ou na academia?? Na massagem? Claro que não! Mas talvez observando a sua postura enquanto trabalha em vez de fazer isso só quando o professor de yoga te corrige. Praticando yamas e nyamas, agindo assim de forma ética com você e com os outros. Fazendo o possivel para estragar menos o meio ambiente. e, principalmente, observando a própria mente para sairmos dos padrões de comportamento que tanto nos afetam, e agirmos de forma diferente, aprendendo e nos transformando com os próprios erros.

Deixar de fragmentar tudo na vida, e começar a agir entendendo que nosso corpo, nossa mente e nosso espírito, e tudo isso junto com as pessoas e o ambiente onde vivemos, são uma coisa só. Isso significa agir com coerência.

A prática de yoga nos ajuda nesse caminho. Não é a toa que simplificadamente traduzimos yoga como UNIÃO. Essa é a palavra fundamental para a nossa saúde e a saúde do mundo em que vivemos.

Namaste!

5 de jan de 2010

Pela paz em 2010 e sempre



OM SAHANA VAVATHU / SAHANAU BHUNAKTHU / SAHA VIRYAM KARAVAVAHAI / TEJAS VINAAVADHITAMASTU / MAA VIDVISAAVAHAI / OM SHANTI SHANTI SHANTIH

"Que estejamos protegidos e unidos / Que todos estejamos nutridos e unidos / Que possamos trabalhar juntos, unindo nossas forças pelo bem da humanidade / Que nosso saber seja luminoso e realizador / Que não exista inimizade entre nós // Om que haja paz, paz, paz".

1 de jan de 2010

Feliz 2010!!!!!

Que nesse ano que começa hoje, possamos todos estar mais presentes. Que nossa consciência se amplie cada vez mais, e que possamos sempre estar conectados com o agora, vivenciando e disfrutando das pequenas e grandes felicidades do dia a dia.

E que o mundo todo possa evoluir um pouquinho mais, agindo menos com a mente, e mais com o coração.

Namaste!